30.3.11

baguete francesa

baguete francesa
baguete francesa

Esta é uma receita que vem no livro de instruções da minha máquina de pão. Não resisto a partilhá-la, pois o resultado é um pão branco muito bom com uma textura fofa e de sabor ligeiramente doce. É de fácil e rápida execução e sai sempre bem.

Ingredientes:

300 ml de água
1 colher de sopa de mel
1 colher de chá de sal
1 colher de chá de açúcar ( não costumo usar )
540 g de farinha T 55 sem fermento
1 pacote de fermento em fermento em pó ( uso metade de um cubo de fermento de padeiro que é vendido em pacotes de 25 g nas grandes superfícies, que congelo pois a sua validade é limitada)

A receita:

Amornar previamente a água onde se dissolve o fermento. Colocar na cuba da máquina primeiro os ingredientes líquidos e de seguida os sólidos. Seleccionar o programa de preparação da massa ( o número 8 na minha máquina ) e aguardar que este complete o ciclo. Retirar a massa e colocar num tabuleiro polvilhado com farinha. Dividi-la em duas partes iguais e moldar duas baguetes compridas. Deixar levedar 30-40 minutos em local aquecido. Dar uns golpes na diagonal na parte superior da massa e colocar no forno pré-aquecido a 180º durante 20 minutos.

baguete francesa

Arrefeceu um pouco numa rede e servi-o morno ao lanche com queijo fresco e compota caseira de morango.

Desde que tenho a máquina de pão que deixei de comprar pão industrial. Foi das primeiras que encontrei no mercado e tem tido um uso quase diário já há alguns anos. Para além do pão ser muito mais saudável e saboroso o seu cheiro é divinal, perfumando a casa toda.

10 comentários:

  1. tenho máquina de pão, mas só ainda fiz pão com aquelas misturas já prontas. tenho que me aventurar e fazer outros pães como este por exemplo :)

    ResponderEliminar
  2. Olá Maria João :)

    Não costumo usar essas misturas pré-feitas, para além de serem caras acho que as podemos fazer em casa. Costumo fazer diversos tipos de pão e misturar vários ingredientes na massa como sementes variadas, farelo, farinha de milho, farinha de alfarroba, muesli, etc.

    E nunca o cozo na máquina mas no forno pois acho que o sabor fica muito melhor :)

    ResponderEliminar
  3. Eu também uso a máquina quase diariamente, mas como a João, uso principalmente as misturas pré-feitas. Só o pão de deus é que fiz com farinha tipo 55.
    Tenho de experimentar esta tua receita.

    [Gostei muito de te conhecer :)]

    ResponderEliminar
  4. Maria
    fiz ontem esta receita de pão. pela 1ª vez utilizei o forno para cozer e adorei o resultado, hoje de manhã ao pequeno almoço deliciei-me com umas fatias :)

    ResponderEliminar
  5. Olá Maria João!

    É muito melhor cozido no forno do que na máquina, só uso actualmente o programa de amassar :)*

    ResponderEliminar
  6. Maria,
    não podia deixar de te mostrar o meu pão (sente o meu orgulho quando digo MEU)
    obrigada e um beijinho!
    http://eraumavezaqui.blogspot.com/2011/05/pao.html

    ResponderEliminar
  7. Bonitas baguettes. Tenho de fazer um post sobre esses "cortes diagonais". São muito importantes e devem ser feitos de um modo especial para obter o que os franceses chamam "la grignette"!

    Quando à MFP, está na altura de começar a amassar à mão?! Hehehe! Juro que não dá trabalho. Se dermos tempo ao pão de absorver a água naturalmente a coisa não demora assim tanto tempo.

    ResponderEliminar
  8. Olá Paulo, faz pois de certeza que vou ler!
    Quanto a amassar à mão também não lavo a roupa à mão, as máquinas tiram-me essas tarefas das costas :)))

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...